Previsão de consumo

No meio urbano a água de chuva serve para usos não potáveis, principalmente WCs, irrigação, lavagem de roupas e limpeza. No meio rural, onde muitas vezes a água de chuva é uma das melhores fontes disponíveis para potabilização, sendo necessária para isso a sua análise bioquímica para determinação de tratamentos complementares adequados.

I) Residencial
Em uma residência padrão, a água de chuva pode substituir a água tratada (e potável) da rede pública em diversas aplicações, tais como vasos sanitários, máquinas de lavar, irrigação de jardins, lavagens de carro, limpeza de pisos e piscinas, representando em média 50% do consumo físico, como indica tabela abaixo.

II) Comercial e industrial
O uso de água para fins não potáveis em estabelecimentos comercias como escolas, prédios públicos e mesmo em indústrias — onde pode ser utilizada em torres de resfriamento e processo produtivo — pode responder por mais de 50% do consumo. É necessária uma inspeção cuidadosa no local para uma avaliação precisa.